Carlos Veras diz que não aderiu ao Regime Especial de Previdência da Câmara

Prezado Nill Júnior,

Em resposta à nota “Deputados  contra Reforma da Previdência que aderiram a regime especial da Câmara pressionados “, postada em seu blog nesta segunda-feira (17.6), informamos que, embora seja uma opção legal para parlamentares, o deputado Federal Carlos Veras (PT-PE) não implementou a adesão ao Regime Especial da Previdência da Câmara dos Deputados, o chamado Plano de Seguridade Social dos Congressistas (PSSC).

Essa é uma opção individual que diz respeito exclusivamente a uma decisão de ordem particular de cada parlamentar. No caso de Carlos Veras, ele se encontra no Regime Geral da Previdência Social (RGPS), por opção.

O parlamentar Carlos Veras compõe a Comissão Especial da Reforma da Previdência que analisa a Proposta de Emenda à Constituição 6/2019, representando o PT e, mesmo antes de se eleger, seu compromisso sempre foi defender os direitos da classe trabalhadora.

Sua posição contrária às ilegalidades e crueldades que contêm nesta PEC 6/2019 é bastante reconhecida no Estado de Pernambuco e no Congresso Nacional e reforça seu lugar em defesa das trabalhadoras e dos trabalhadores. A saber:

É apenas um ajuste fiscal que visa a arrecadar R$ 1 trilhão em cima do direito das trabalhadoras e dos trabalhadores de se aposentarem; Não combate privilégios, não recupera as dívidas dos grandes sonegadores, nem taxa as grandes fortunas; Ataca a aposentadoria dos trabalhadores que recebem até R$ 2 mil, principalmente das mulheres; Aumenta a idade mínima e o tempo de contribuição, na prática acabando com o direito da pessoa idosa de sobreviver depois de anos construindo as riquezas deste país; Tenta retirar este direito da Constituição do Brasil.

Esse movimento de criminalização da política e de seus representantes em curso no Brasil não contribui em nada para avançarmos no debate sobre a Previdência Social e menos ainda para a afirmação da democracia. E, se o problema da Previdência Social for o PSSC, que sejam feitas as devidas reformas. Entretanto, não se deve cortar no RGPS que já tem um teto mínimo e máximo para a aposentadoria.

Como sempre, nos colocamos à sua disposição para fornecer as informações e os dados e quaisquer esclarecimentos sobre o mandato que se fizerem necessários.

Atenciosamente,

Coordenação de Comunicação do Deputado Federal Carlos Veras (PT-PE)

Publicado em Política | Deixar um comentário

Número de homicídios em PE tem redução de 16% em maio de 2019

Número de homicídios chegou a 299 casos em Pernambuco, em maio de 2019 — Foto: Reprodução/TV Globo
Em maio de 2019, foram registrados 299 homicídios em Pernambuco, segundo a Secretaria de Defesa Social (SDS). O número é 16% menor que os 356 casos de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) ocorridos em maio de 2018. Os dados foram divulgados neste domingo (16) pelo governo.
Entre janeiro e maio de 2019, foram 1.505 casos registrados. Esse número equivale a uma redução de 22,7% em relação aos 1.948 assassinatos contabilizados no mesmo período de 2018.
De acordo com o governo estadual, maio é o 18º mês seguido em que há redução no comparativo entre os meses do ano anterior e do atual, numa sequência iniciada em dezembro de 2017. No referido ano, o estado teve o maior número de homicídios em 14 anos, chegando a 5.427 assassinatos ao longo de 12 meses.
Do total de homicídios em maio de 2019, 68,9% dos casos têm relação com o tráfico de drogas, acertos de conta ou outras atividades criminosas, o equivalente a 206 ocorrências.
O perfil das vítimas, no referido mês, é parecido com as características registradas desde janeiro deste ano, quando 1.039, ou 69% dos casos, tiveram relação com atividades criminosas.
Homicídios por região
A redução no número de assassinatos ocorreu em todas as regiões do estado em maio de 2019. No Recife, ocorreram 46 mortes, uma diminuição de 6% em relação aos 49 homicídios registrados em maio de 2018. Na Região Metropolitana, sem a capital, a redução foi de 101 para 97 casos, o que equivale a uma diminuição de 3,9%.
O Agreste teve a maior redução, de 29,9%, nos CVLIs: foram 68 casos em maio de 2019 e 97 no mesmo mês do ano anterior. Na Zona da Mata, os assassinatos caíram 25%, passando de 72 para 54 mortes. O Sertão atingiu queda de 8%, saindo de 37 para 34 mortes no mesmo período comparativo.
Violência contra a mulher
O número de feminicídios registrados caiu pela metade: foram três vítimas em maio de 2019 e seis no mesmo mês do ano passado. Os casos de estupro caíram 1,88%, de 197 para 239 no mesmo período comparativo.
Em maio deste ano, houve 3.439 casos de violência doméstica e familiar contra a mulher. Isso representa uma redução de 0,8% com relação a maio de 2018, quando houve 3.468 ocorrências.
Do G1/Caruaru
Publicado em Política | Deixar um comentário

Se for para acabar com direitos dos Trabalhadores que os vereadores e deputados estaduais coloquem suas digitais na reforma, a minha não, diz Carlos Veras

O deputado federal Carlos Veras disse que as alterações propostas pelo relator Samuel Moreira (PSDB) sobre a reforma da Previdência, deixando de fora o BPC, aposentados rurais, capitalização, estados e municípios, professores, foram conquistas do movimento organizado do campo e da cidade e da bancada da agricultura familiar.
Mesmo assim, falando a Rádio Cidade FM, de Tabira, o parlamentar disse que algumas questões precisam sem consideradas. “O próprio Rodrigo Maia admite que no 2º semestre voltará à capitalização e deixa em aberto a desconstitucionalização para a decisão dos estados e municípios. Nossa luta não é apenas para proteger os trabalhadores rurais, mas para proteger a classe trabalhadora”, disse.
Veras acrescentou que a reforma como um todo é dura e cruel pelos 5 anos a mais do tempo de contribuição. Perguntado em que condições o ele e o PT votariam pela reforma, Carlos Veras disse: “Se tirar o regime geral da previdência, se os regimes próprios forem tratados caso a caso como juízes, militares e etc., há possibilidade sim, de avançar sim”.
Sobre a questão de estados e municípios, o deputado federal Carlos Veras (PT) disse que cada prefeito mande a proposta para a Câmara Municipal, é bom para os vereadores botarem a digital deles para alterar o tempo de contribuição e da idade mínima dos professores e do servidor publico.
“Manda os vereadores acabar com a possibilidade deles se aposentarem. A mesma coisa para os deputados, botem a digital deles, a minha não vou colocar para acabar que os direitos dos trabalhadores”, concluiu Carlos Veras. As informações foram repassadas ao PE Notícias pelo comunicador Anchieta Santos, das rádios Pajeú FM e Cidade FM, de Tabira.
Via PE Notícias
Publicado em Política | Deixar um comentário

Manifestantes deram recado ao Governo Federal: Itacuruba não quer usina nuclear

O fim de semana foi de protesto nas cidades de Mirandiba, Carnaubeira da Penha, Floresta e Itacuruba. Uma caravana formada por movimentos sociais, sindicatos, pastorais, ONG ProVida, ONG Vida e comunidades tradicionais quilombolas, indígenas, pescadores e ribeirinhos percorreu as referidas cidades em repúdio à possível instalação de uma usina nuclear em Itacuruba.
O ato começou na manhã de sábado, 15, com uma caminhada de Mirandiba a Carnaubeira da Penha. Após um protesto público nesta última, os manifestantes partiram em direção à Floresta, onde se reuniram na diocese local para uma roda de conversa sobre o assunto. Ontem o grupo se deslocou para Itacuruba e encerrou o movimento com uma série de atividades.
Todo o percurso foi acompanhada pela ONG Vida de Salgueiro, representada por seu presidente, Alvinho Patriota, que deu suporte através de filmagem e registro de fotos com drone.
Petrolândia noticias
Publicado em Política | Deixar um comentário

Senado pode derrubar decreto de armas nesta terça-feira

Plenário do Senado Federal Foto: Edilson Rodrigues / Edilson Rodrigues/Agência Senad

O Globo

O Senado pode derrubar nesta terça-feira os decretos editados em maio pelo presidente Jair Bolsonaro para flexibilizar a posse e o porte de armas. Na semana passada, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou a derrubada dos decretos, por 15 votos a 9. Apesar da tendência ser de nova derrota no plenário, o governo tem apostado na pressão das redes sociais para reverter o resultado. Com isso, os dois lados evitam declarar vitória antecipadamente, prevendo uma votação apertada. Caso a decisão da CCJ seja mantida, ela ainda terá que ser confirmada pela Câmara para ter efeito. De acordo com pesquisa Ibope, a maioria dos brasileiros é contra a flexibilização das regras de armas.

No sábado, Bolsonaro fez em suas redes sociais um pedido para a população cobrar os senadores pela manutenção dos decretos. O líder do PSL no Senado, Major Olímpio (SP), diz que recebe constantemente mensagens pedindo a manutenção dos decretos, mas afirma não saber se a pressão popular será suficiente:

— A população está fazendo uma cobrança bastante efetiva. Não passa 10 segundos que não entra uma mensagem, de vários lugares do país, pedindo para eu votar pelo decreto. O presidente pediu para a população acompanhar como vota cada um dos senadores. Agora, não consigo ter um prognóstico de quantos votos conseguiremos virar.

Por outro lado, o líder do PT, Humberto Costa (PE), avalia que há uma “boa chance” de derrubar as medidas, mas diz que o efeito da pressão nas redes sociais é incerto:

— Acredito que há uma boa chance de a gente derrotar essa decreto. De certa forma, o resultado da CCJ já reflete um pouco isso. Agora, não sei se muita gente vai se submeter a essa chantagem das redes sociais. Isso pode ter dois efeitos. Aqueles menos consistentes politicamente podem se submeter a isso. Por outro lado, tem muita gente que está revoltada, porque é uma pressão descabida.

O líder do PSD, Otto Alencar (BA), classificou a atitude de Bolsonaro como “equivocada”. Ele disse que manterá seu voto, mesmo tendo recebido ligações de pessoas de diversas partes do país o pressionando.

— Acho uma atitude equivocada do presidente em querer, através de rede social, mudar posição política. Sou contra, vou votar contra e encaminhar contra. Ele está enganado, criticou. — Recebi ligação do (DDD) 11, 19, 61, 55, 15. Acho que pegaram nossos telefones e distribuíram para os seguidores do Bolsonaro. Mas eu sou daqueles que só acredito que o cara é valente quando está na minha frente.

O líder do PSDB, Roberto Rocha (MA), afirma que apenas parlamentares sem convicção podem mudar seus votos. Ele explica que a posição do partido na CCJ foi pela derrubada do decreto, mas que a orientação ainda será decidida.

— Aqueles senadores que não têm posição política, sim. Os que têm convicção do processo legislativo, não, disse, já acrescentando sua posição, contrária à maneira com que os decretos foram editados: — Não estamos discutindo o mérito, estamos discutindo a forma.

Esperidião Amin (PP-SC), líder do bloco que reúne MDB, PP e PRB, diz que não irá mudar seu voto, que é contrário ao decreto, mas acredita que alguns senadores devem mudar sua posição após a fala de Bolsonaro.

Publicado em Política | Deixar um comentário

Funcionários do BNDES farão ato contra Bolsonaro

Funcionários do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social farão um ato no Rio de Janeiro, na próxima quarta (19), contra a política do governo Bolsonaro para a instituição.

Segundo matéria da Folha de São Paulo, a manifestação já estava marcada desde a última quinta (13) pela associação que representa os funcionários (AFBNDES). Mas depois do episódio da saída do presidente do Banco, Joaquim Levy, a convocação foi reforçada.

Os servidores protestam contra a desconstrução da instituição promovida pelo atual governo. São esperados ao menos cinco ex-presidentes do banco.

Eles são contrários à proposta de acabar com repasses do PIS e Pasep para o BNDES, medida prevista na PEC da Previdência.

Depois da saída de Levy, a associação se pronunciou:

“Apesar de divergências sob alguns pontos da atual gestão, como o afastamento da chefe de departamento do Fundo Amazônia e declarações infelizes sobre operações de comércio exterior, a AFBNDES reconhece que Joaquim Levy nunca apoiou ou defendeu fantasias e calúnias que o presidente da República, sempre saudoso da campanha eleitoral, insiste em declarar sobre o BNDES”, diz o comunicado da entidade.

As informações são da Folha de S. Paulo.

Publicado em Política | Deixar um comentário

 

Colisão entre carreta e caminhão deixa 4 mortos ao desviarem de animais na pista

Quatro pessoas morreram após um grave acidente entre um caminhão, carregado de coco, e uma carreta na BR-407, trecho do município de Capim Grosso, no norte da Bahia, na noite de sexta-feira (14). A cabine do caminhão ficou completamente destruída.
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o caso ocorreu por volta das 23h, no km 207, após os motoristas de uma carreta e de um caminhão, que estão em pistas opostas, desviarem de animais que tinham se soltado de uma fazenda e invadido a pista e baterem de frente.
Segundo a PRF, o motorista da caminhão, de 34 anos, duas jovens de 21 e uma criança de um ano e dois meses, que estavam no mesmo veículo, morreram. O condutor do carreta, que viajava sozinho, sobreviveu ao acidente, mas não há informações se ele teve ferimentos. Dois bovinos morreram após serem atropelados pelos veículos durante o acidente. O caso vai ser investigado pela polícia.
Fonte: Macaubense Life
Publicado em Política | Deixar um comentário

 

Senadores recebem ameaças para votar nos delírios de Bolsonaro

“Não vão nos intimidar! As ameaças traduzem o desespero das milícias digitais de Bolsonaro e reafirmam a importância do nosso trabalho contra o atraso civilizacional e retrocessos representados por este governo”, este desabafo é do senador da República, Randolfe Rodrigues, da REDE, que recebeu ameaças de morte, por telefone, para votar à favor do decreto presidencial que facilita a compra de armas no Brasil. O decreto anulando o de Bolsonaro é de autoria de Randolfe.

E assim lá se vão quase seis meses do governo de Jair Bolsonaro. Sem nenhum política pública de geração de emprego e renda para o Brasil, sem qualquer iniciativa ousada para melhorar os índices na saúde e educação, e com uma única frente de atuação: a Reforma da Previdência.

Foram seis meses de tensão, com a substituição, às vezes humilhante, de 12 auxiliares. O último, em cadeia nacional- Joaquim Levy- que o presidente disse ‘não aguentar mais’.

E o decreto para armar a população até os dentes, em que vai melhorar a distribuição de renda no Brasil?

Nesse sábado (15), o presidente Jair Bolsonaro usou as redes sociais para defender o decreto que facilita a compra e o porte de armas para cidadãos comuns e várias categorias profissionais. Ele pediu que as pessoas pressionassem os senadores.

“A CCJ do Senado decidiu revogar nossos decretos sobre CACs e posse de armas de fogo. Na terça (18), o PL será votado no plenário. Caso aprovado, perdem os CACs e os bons cidadãos, que dificilmente terão direito de comprar legalmente suas armas. Cobrem os senadores do seu Estado”, escreveu o presidente, estimulando ainda mais os ataques e ameaças aos senadores eleitos pelo voto direto.

O tema já era polêmico e ganhou mais repercussão depois que senadores passaram a ser ameaçados por telefone e mensagens. Randolfe Rodrigues (Rede-AP) registrou boletim de ocorrência na polícia do Senado na quinta (13), quando recebeu telefonemas com ameaças de morte em seu gabinete, além de mensagens com outros tipos de intimidação pelo Whatsapp.

Um governo que age estimulando ameaças e influenciado por um vereador movido pelo ódio, a exemplo de Carlos Bolsonaro, ou por um astrólogo maluco, tem tudo para dar errado.

Publicado em Política | Deixar um comentário

Após briga em escola, aluno volta armado com faca e tenta matar outro

39900621_702517473427669_1042130014297915392_n

Policiais do 6º Batalhão de Polícia Militar (BPM) aprenderam um menor armado com uma faca na zona rural de Senhor do Bonfim, no norte da Bahia, no final da manhã de ontem (12). De acordo com o 6º BPM, o policiamento foi informado que dois alunos entraram em desavença e um deles foi à sua residência e retornou com uma faca, tipo peixeira.

Com a chegada da guarnição, a faca foi apreendida e o menor entregue ao pai, que tomou conhecimento das implicações legais para o caso. Não foi informado o motivo da briga entre os alunos.
(Fonte:Carlos Britto)
Publicado em Política | Deixar um comentário

Previsão ainda de tempo chuvoso para esta segunda-feira

Tempo parcialmente nublado com pancadas de chuva de forma isolada é a previsão da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) para esta segunda-feira (17) na maioria das regiões do Estado.

No Sertão de Pernambuco e Sertão de São Francisco não deve chover. A máxima para o dia é de 32°ºC, no Sertão de Pernambuco e Sertão de São Francisco. A mínima deve marcar 18°C, no Agreste.

Confira a previsão completa:

Região Metropolitana do Recife

Parcialmente nublado com pancadas de chuva de forma isolada ao longo do dia com intensidade moderada a forte.
Máxima: 29°C
Mínima: 21°C

Mata Norte

Parcialmente nublado com pancadas de chuva de forma isolada ao longo do dia com intensidade moderada a forte.

Máxima: 29°C
Mínima: 22°C

Mata Sul

Parcialmente nublado com pancadas de chuva de forma isolada ao longo do dia com intensidade moderada a forte.

Máxima: 29°C
Mínima: 21°C

Agreste

Parcialmente nublado com pancadas de chuva de forma isolada no período da tarde e noite com intensidade fraca a moderada.

Máxima: 30°C
Mínima: 18°C

Sertão de Pernambuco

Parcialmente nublado sem chuva ao longo do dia.

Máxima: 32°C
Mínima: 19°C

Sertão de São Francisco

Parcialmente nublado sem chuva ao longo do dia.

Máxima: 32°C
Mínima: 21°C

PE noticias

Publicado em Política | Deixar um comentário